domingo, 24 de janeiro de 2010

Meia verdade

Presenciei um ataque da paixão em minhas dependências apenas um vez na vida - ainda, talvez. Tudo era nitidamente fora do meu alcance, sem explicação empírica nem, tão pouco, factual. Apenas consigo explicar que sentia. Sentia a paixão e me apaixonei por essa sensação. Havia me tornado viúva de meu dicernimento e agora escrava do pavor de sua completa fuga.